quarta-feira, 5 de maio de 2010

O Herdeiro Guerreiro - Cinda Williams Chima - Editora Farol

O Herdeiro Guerreiro

Jack tinha 16 anos e, a não ser pela cicatriz no peito e o remédio que tomava todos os dias, era um garoto normal. Até que se esquece de tomar o remédio e logo descobre a verdade: Jack é um dos últimos guerreiros Weirlind, uma sociedade secreta que está em guerra pelo poder, e terá de lutar para se defender de seu destino.

"Jack segurou com cuidado o punho da espada e a desembainhou, notando que o punho cabia em sua mão sem escorregar. A espada criou uma luz própria ao emergir, uma chama prateada que correu ao longo da lâmina. Tinha dois gumes, e o metal parecia ondulado de um jeito que indicava que havia sido dobrado e redobrado em reforço. Como Jack sabia disso, ele mesmo não saberia dizer. Após um século enterrada, não tinha nenhum traço de ferrugem. Parecia pronta para ser usada.Will e Fitch, atraídos pela luz, olharam por cima do ombro de Jack. — Sinistro — murmurou Fitch. — Não — disse Jack. — Não tem nada de sinistro. Jack ergueu a arma em frente ao corpo com as duas mãos e soube que ela pertencia a ele, embora houvesse sido forjada muito antes de ele ter nascido. Era mais leve do que imaginara, mais leve do que seria de esperar, considerando-se o tamanho dela. — Sombra Assassina — sussurrou Jack, como se a arma falasse com ele. E o poder na lâmina correu-lhe para as mãos e subiu-lhe pelos braços como se, de alguma maneira, a espada o estivesse segurando".


Eu AMO Literatura Fantástica. Estava procurando um novo livro para ler quando, navegando na web, me deparei, por acaso, com uma resenha sobre “O herdeiro Guerreiro”. Basta saber que há uma batalha, um universo paralelo e poderes fantásticos que eu já estou lendo AVIDAMENTE cada página. Contudo, não queria ler um livro igual a Harry Potter ou Percy Jackson, já estava na hora de sair das escolas e acampamentos para pré-adolescentes. Acabei encontrando o que procurava no “HG”. Embora o livro não fuja da já conhecida fórmula mágica, consegue ter suficiente originalidade. O protagonista, Jack, é um adolescente que namora, mora em uma cidade pequena com a mãe e sonha em entrar na equipe de futebol do colégio, apesar de sofrer de problemas no coração e viver a base de remédios. Em um dia qualquer, ao esquecer de tomar o remédio, ele se sente diferente, aí a história deslancha.

Dois universos coexistindo: os Anaweirs (os humanos, não dotados de poderes especiais) e os Weirs (espécie de sociedade composta por pessoas dotadas de poderes mágicos: guerreiros, magos, encantadores, feiticeiros e adivinhos). O livro flui com naturalidade e a autora nos dá várias pistas sobre os personagens ao longo da narrativa, conseguindo prender nossa atenção e manter o clima de mistério até o final, nos fazendo ansiar por saber o destino de Jack Swift.

Trata-se de uma trilogia: O herdeiro guerreiro, O Herdeiro Mago e O Herdeiro Dragão. O Herdeiro Mago já possui tradução no Brasil, acabei de comprá-lo na Saraiva, e, pelo que li, não encontrarei Jack por enquanto, mas Seph: um jovem mago confuso, em busca de treinamento. O Herdeiro Dragão ainda não está disponível no Brasil, mas pelas resenhas que li nos sites estrangeiros o final da saga não decepciona, sendo considerado o melhor livro da série, unindo os protagonistas dos livros anteriores. Leiam sem medo, os personagens são bem construídos e ao final fica o gostinho de quero mais. Já mandei um e-mail para a Editora Farol perguntando sobre o lançamento do último livro, mas ainda não obtive resposta. Vamos aguardar!

Danielle

2 comentários:

A Natureza Pede Ajuda disse...

Oi, meu nome é Laís, tenho 14 anos e li o Herdeiro Mago, é muito legal.O Jack vai aparecer, não como personagem principal, mas vai aparecer.

MATEUS disse...

Olá, meu nome é Mateus e eu ia comprar o herdeiro guerreiro, mas tenho de terminar outro livro para ler. mas quando fui a saraiva li um pouco o livro e parei na pagina 50 e poucos. me parece muito bom.
mas, Danielle, vc podia passar aqui o e mail da editora? é que eu to escrevendo um livro e queria o e mail de algumas editoras para quando eu terminar de escrever. a editoras farol paresse ser boa, assim como intrínseca e rocco.
obrigado.

Postar um comentário